Como gerenciar grandes equipes de forma eficiente? Entenda aqui

Omar Ajame
Como gerenciar grandes equipes de forma eficiente? Entenda aqui

O gestor tem um importante papel no desempenho dos profissionais, pois à medida que novos objetivos são definidos no negócio é ele quem deve planejar as ações para alcançar bons resultados. Por isso, saber gerenciar grandes equipes é essencial.Talvez você já saiba a importância de ter profissionais satisfeitos, mas a verdade é que os impactos que o comportamento humano exerce sobre os resultados do negócio vão muito além. Quando você cria um ambiente de colaboração e conduz os processos da maneira correta, estimula a produtividade da equipe e aumenta os rendimentos da sua corretora.Esse assunto é tão importante que listamos abaixo as melhores práticas para lidar com os desafios e liderar equipes de sucesso. Então, vamos a elas!

Realizar feedbacks eficientes

O feedback é fundamental para gerenciar grandes equipes porque é por meio dele que você sinalizará os pontos positivos do trabalho e apontará o que precisa ser melhorado. Sem essa informação, o profissional não consegue entender o que fazer para alcançar os resultados esperados.No entanto, ainda que ele tenha tamanha importância, alguns gestores procrastinam esse momento por não saber como fazer. Há ainda àqueles que têm um comportamento hostil e, em vez de alinhar as expectativas, acusam e oprimem, comprometendo os resultados. Um bom feedback deve ser feito com transparência, elogiando os bons resultados e apresentando soluções para as falhas.

Gerenciar conflitos

Os conflitos surgem em qualquer lugar, basta que existam pessoas com opiniões diferentes. Para impedir que os problemas prejudiquem o desempenho da equipe, é necessário gerenciar as divergências e incentivar um relacionamento interpessoal produtivo. Isso é possível quando as pessoas conhecem as características individuais umas das outras, respeitando as diferenças.Sendo assim, sempre que precisar administrar o conflito na equipe, é preciso ouvir os dois lados ajudando as partes a não levarem para o lado pessoal. Depois, estimular a se concentrarem nas soluções possíveis, fazendo sugestões mas, sem escolher lados. Também é importante que o problema seja resolvido o quanto antes, para não gerar transtornos mais graves.

Lidar com frustrações dos funcionários

A frustração é um sentimento que ocorre no momento em que as expectativas não são correspondidas. Quando isso acontece, o funcionário fica desmotivado em realizar o trabalho. Saber lidar com essas decepções impedirá que a insatisfação atrapalhe o desempenho da equipe.O primeiro passo para evitar as sensações negativas está em manter uma comunicação clara com o funcionário desde o momento da contratação. Promessas não cumpridas são o estopim para esses sentimentos.Também é preciso investir em ações que mantenham a equipe motivada, aumentando o relacionamento e a valorização profissional. Um gestor que precisa gerenciar grandes equipes deve transmitir segurança e se preocupar com o bem-estar dos funcionários.

Fazer controle do tempo

A organização da rotina e a padronização dos procedimentos vai permitir que o tempo seja melhor aproveitado. Uma maneira de melhorar isso é investindo na automatização dos processos. Ao designar as atividades repetitivas para um software, a produção aumenta, além de transmitir uma comunicação mais fluida.Outro segredo está em estabelecer prioridades para cada tarefa, pois isso direciona as ações dos funcionários por ordem de execução. Assim, evita que uma atividade urgente fique no final da fila, por exemplo. Essa estratégia pode ser alinhada junto à equipe com recursos auxiliares, como agendas, aplicativos e e-mails com alertas.

Definir metas de forma adequada

As metas são essenciais para gerenciar grandes equipes porque determinam como os funcionários vão alcançar os resultados esperados pela corretora. Isso aumenta o foco da equipe para priorizar as estratégias determinadas pela gestão.No entanto, imagine que você determine como meta “aumentar o número de propostas”. De que maneira esse funcionário saberá que conseguiu alcançar esse objetivo? Qual é o número que ele precisa aumentar e até quando?Para isso, existe um conceito chamado SMART que determina quando uma meta é alcançável. Ele funciona como um checklist e deve ser utilizado sempre que você precisar definir metas na sua equipe. Cada letra da sigla têm um significado que determina como a meta deve ser:

  • S — specific ou específica;
  • M — measurable ou mensurável;
  • A — attainable ou atingível;
  • R — relevant ou relevante;
  • T — time based, ou temporal.

Estimular a colaboração em equipe

Um ambiente colaborativo permite que os funcionários foquem nos objetivos do negócio e ajudem uns aos outros para fazer as ações necessárias. Assim, a corretora ganha profissionais engajados com as estratégias e motivados a cumprir as metas estabelecidas.Também existem ações que conectam a equipe ao negócio, melhorando o clima do ambiente e o relacionamento, como:

Porém, de nada adianta investir nessas ações de engajamento se a cultura organizacional não estiver alinhada com esses princípios. Isso significa que todos devem conhecer o core business e se envolver com as estratégias de mercado da corretora.

Criar planos de ação

O plano de ação é fundamental para definir objetivos e metas e listar as atividades que a equipe precisa realizar para chegar ao resultado esperado. Sem essa clareza, os profissionais se sentirão perdidos e desamparados. Um planejamento eficiente é dotado dos seguintes passos:

  1. alvo claro de onde quer chegar;
  2. metas mensuráveis;
  3. atividades que alcancem as metas;
  4. pequenas tarefas extraídas das atividades;
  5. prazos de entrega;
  6. acompanhamento constante.

Além disso, também é importante fornecer os recursos necessários para fazer o que foi proposto e estar flexível a ajustar o plano, sempre que necessário. Um sistema de gestão pode ajudar a descentralizar informações e obter esses dados relevantes para gerenciar grandes equipes na sua corretora de seguros.Sabemos que a gestão do capital humano envolve diversos desafios, porém, com as novas tecnologias, é possível construir uma base de dados sólida e acompanhar os processos de maneira mais simples. Essas soluções colaboram para organizar o acesso às informações e automatizar as tarefas rotineiras.Como gestor da corretora de seguros você precisa ter coragem para lidar com os desafios, capacidade para analisar o mercado e tomar decisões rápidas. Mas, pode contar com a transformação digital para gerenciar grandes equipes e realizar tudo isso com mais eficiência.Como você pôde ler neste artigo, é preciso ser disruptivo para transformar os problemas em oportunidades. Então, aprofunde no assunto e entenda porque você precisa da integração de sistemas na sua corretora de seguros.E então? Gostou das dicas? Deixe seu comentário no post e conte para a gente o que achou deste conteúdo!Se você acredita que este post agregou ainda mais conhecimento para você, siga-nos agora mesmo em nosso perfil no Instagram, LinkedIn e no Facebook, para acompanhar nossas novidades de perto!

Ouça o TExTalk!  🎧

Assine nossa Newsletter para receber artigos e dicas!

Acompanhe a TEx!

TEx - InstagramTEx - FacebookTEx - LinkedInTEx - YoutubeTEx - TikTok
Marketing de Conteúdo para Corretoras de Seguros
TELEPORT - Revolucione sua Corretora

Tags