Experiência do usuário: como influencia na captação de leads em corretoras de seguros

Tempo de Leitura: < 1 minuto

[responsivevoice_button voice=”Brazilian Portuguese Female” ” buttontext=”Clique para ouvir este Post”]

 

Pensar a experiência do usuário é refletir sobre os incentivos que sua corretora de seguros oferece para que o seu público online queira fazer mais negócios com você.

Portanto, é um tema que interessa a todos os profissionais do setor.

Corretores sempre foram mestres em conquistar clientes, mas a realidade mudou, o comportamento dos potenciais clientes é outro e é preciso se adaptar.

Nesse contexto, muitos profissionais estão um pouco inseguros sobre como seguir.

É verdade que algumas variáveis devem ser consideradas para avaliar cada caso.

No entanto, poucas ações são tão efetivas na atualidade quanto a boa experiência do usuário, inclusive para a diminuição dos custos de aquisição de clientes. Confira!

 

O que é a experiência do usuário?

Antes de abordar propriamente o tema central — sobre como usar a experiência do usuário (UX – User Experience) para gerar leads — vamos definir o que é a UX para facilitar o entendimento.

Basicamente, ela se refere à experiência que os visitantes (usuários) vivenciam ao navegar em cada um dos canais de venda, seja online ou offline, disponibilizados pela sua corretora.

Embora também seja aplicado para os pontos de contato não digitais, como o atendimento ao cliente no seu escritório, vamos focar este texto nos canais digitais.

Afinal, quando um usuário do seu site, aplicativo ou blog navega nesses ambientes, ele passa por uma experiência que pode ser positiva ou negativa.

Assim, usamos a UX para avaliar os aspectos favoráveis e desfavoráveis dessa navegação no sentido de estimular que esses visitantes tomem a decisão desejada, seja pela compra, seja por uma cotação, seja de uma solicitação de contato.

 

A relação entre a experiência do usuário e a captação de leads

Com base nessa definição, você já deve ter deduzido que o primeiro aspecto de relação entre a UX e a geração de leads é evitar que o visitante abandone a navegação.

Isso pode ocorrer, por exemplo, nos casos em que o site é muito lento, fora do padrão com o qual o usuário está acostumado ou não apresenta o conteúdo desejado pela audiência e com facilidade de acesso.

Em outras palavras, quanto mais difícil for para o usuário encontrar o que ele procura, menos visitantes serão convertidos em leads.

Porém, não se trata apenas de evitar que os usuários abandonem o ambiente, mas de garantir a experiência mais favorável possível para que ela estimule a ação desejada.

Além disso, o engajamento dos leads é muito importante para qualquer empresa.

Quanto mais envolvido ele estiver com a navegação, mais propenso ele estará para fechar negócios, melhor será a impressão dele sobre a corretora e melhor será o foco do corretor, que poderá trabalhar com os leads mais qualificados, ou seja, prontos para comprar.

 

Como usar a experiência do usuário para gerar mais leads?

Nenhuma iniciativa de marketing digital funciona sem informação sobre o cliente.

É impossível proporcionar uma boa experiência de uso, se você não conhecer em detalhes os hábitos de pesquisa e navegação da sua persona.

Informações sobre os conteúdos que mais interessam para ela, a linguagem que mais a atrai e outros detalhes de influência devem formar o alicerce de todas as suas ações.

 

Absorva a visão do usuário

No entanto, não adianta dispor desses dados e interpretá-los como se fossemos nós os usuários.

Esse é um comportamento comum, mas ineficiente.

Mesmo que a navegação pareça satisfatória para você, pode não ser para os visitantes de seus canais online.

Existem formas diferentes de identificar essa perspectiva do usuário.

Você pode fazer pesquisas, acompanhar o processo de consulta de alguns deles, utilizando ferramentas de analytics e mapas de calor,  e consultar especialistas, por exemplo.

 

Adote os 3 pilares da usabilidade

Existem 3 pilares básicos que você deve usar para identificar o estado atual de usabilidade do seu site ou blog e melhorá-lo. Conheça-os a seguir!

 

1. Utilidade

Imagine que 80% dos seus visitantes acessem o seu site buscand